Depois do ensino médio

No primeiro ano do ensino médio as coisas são tranquilas, quando eu digo as coisas quero dizer vestibular, escolher uma profissão, o emprego dos sonhos, insistir, desistir, o primeiro carro. Eu lembro que no meu primeiro ano essas coisas estavam tão longes eu ainda pagava meia em tudo, cinemas, teatros e sei lá o que mais, tive minha crise, passei por coisas doidas no meu primeiro ano, descobri um pouco mais sobre mim.
No meu último ano do colégio continuava tranquila, só quando pensava em ENEM o coração disparava um pouco, subia aquela leve falta de ar quanto mais o tempo se aproximava, mas eu estava tranquila acreditando que eu ia fazer o vestibular e iria estar tudo bem depois que eu passasse, calma, não foi bem assim, nem fiz o vestibular na verdade, alguns problemas com a inscrição e pronto, o meu destino no ano seguinte tinha mudado, eu sei que tem outros vestibulares, outras oportunidades, outros momentos, mas não era onde eu queria nem pra o quê eu queria. 
Passou o ano, me formei, tudo bem, não estava onde queria estar nem fazendo o que queria fazer, mas estava disposta a tentar, comecei outro curso, mas me decepcionei logo depois de alguns meses fazendo, não por causa do curso mas por causa da instituição.

Enfim, a vida é imprevisível, depois dos 18 parece que automaticamente você cria um senso de "responsabilidade" em que precisa criar algo pra SUA vida, seus estudos (não precisa necessariamente ser uma faculdade), seu trabalho, suas conquistas, quando isso não acontece é um sentimento de fracasso ex tre mo. As pessoas ao seu redor, seus amigos, primos estão entrando na faculdade, trabalhando no que gosta, e você se torna adulto sem certeza do que quer fazer da sua vida, ou perdido nesse emaranhado de confusão que a nossa cabeça cria, as vezes achando que não sabemos fazer nada, ou nascemos sem habilidade nenhuma (hahha sério, acontece). Mas não estar onde você queria estar na verdade não quer dizer fracasso, mas aprendizado, dá pra aprender com tudo na vida e por mais que você ache que não aprendeu nada e foi um tempo perdido, não, não foi. Eu descobri outras áreas profissionais que me identifico, aprendi a me afastar das pessoas tóxicas, que por mais que pareça difícil é algo pra o meu próprio crescimento como pessoa e meu bem estar.

Todo mundo vai ter seu momento e se este não está sendo o seu agora ou o meu pensa que a cada dia que passa você está a um dia mais próximo do seu sucesso. Eu não preciso me pressionar e nem me deixar ser pressionada a fazer algo agora porque me dizem pra fazer ou estou acostumada e é essa tradição, EU POSSO fazer as coisas no meu tempo, eu posso me redescobrir, quem garantiria que eu não me arrependeria da minha escolha? Eu posso tentar quantas vezes eu puder, eu posso me decepcionar porque a vida é assim, decepções também fazem ela. As coisas acontecem por um motivo. 
Você e eu não somos um fracasso porque nossas tentativas não deram certo.

3 comentários

  1. Amei o texto. Concordo quando diz que tudo tem seu tempo e cada um tem seu tempo. Entrei na facul esse ano e passei direto do ensino médio, mas sou minoria na sala. As pessoas se desesperam mas não tem porque e nem adianta.

    ResponderExcluir
  2. Ótimo post!Bj e fk c Deus
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, sugestões e opiniões são sempre bem vindas, espero vê-lo novamente por aqui. AHHHH! E não esquece de ativar o "notifique-me" para saber quando eu responder seu comentário <3

Contact

@ajessicalorena